Artigos - Caetana Damasceno

Título Descrição Link
Segredos da Boa Aparência. Da 'cor' à 'boa aparência' no mundo do trabalho carioca (1930-1950). O segredo da boa aparência se caracteriza como texto exemplar de construção do objeto ao longo da trama narrativa. Tal procedimento, além de costurar a experiência múltipla de pesquisa da autora, prende o leitor do inicio ao fim. O texto percorre materiais de grande importância para a percepção necessariamente sutil das relações de gênero e raça na formação social brasileira, desde o aprofundamento qualitativo, em escala micro, de uma pesquisa quantitativa de alcance macro-social sobre o mercado de trabalho, até a apropriação etnográfica de textos literários autobiográficos de autoras com experiência de vida como empregadas domésticas, passando pela análise histórica de anúncios de jornais - e da literatura sociológica e histórica de referência - para a construção da categoria nodal de boa aparência?
Etnografia sobre rituais de politização pentecostal e valores de gênero em um município da Baixada Fluminense/RJ. Este paper trata da análise das performances de mulheres evangélicas relacionadas com política e poder local, em um município da Baixada Fluminense/RJ. Interessa-nos examinar aspectos da dicotomia simplista entre a esfera pública versus a esfera privada, buscando repensar os “lugares comuns” das etnografias de gênero relacionadas com as noções de pureza, perigo, compromisso, reputação, honra e prestígio.
Dilema dos jovens nos assentamentos rurais e sua inserção no mundo do trabalho. O trabalho que ora apresentamos sumariza alguns resultados da pesquisa "Dilema dos Jovens nos Assentamentos Rurais e sua Inserção no Mundo do Trabalho". O principal objetivo da investigação foi analisar as formas de reprodução social das famíliasassentadas para apreender o lugar ocupado pelos jovens na organização produtiva do lote e no próprio mundo do trabalho urbano e rural. Os resultados deste trabalho serão objeto de discussão dos assentados, visando promover um compromisso mais amplo da universidade com a luta desses trabalhadores por melhores condições de vida. Além disso a pesquisa almejou e conseguiu contribuir para a formação de futuros profissionais comprometidos com uma reflexão crítica a respeito da realidade rural brasileira.
“Cor” e “Boa Aparência” no mundo do trabalho doméstico: problemas de pesquisa da curta à longa duração Investiguei, no Rio de Janeiro, aspectos da inserção de pessoas (mulheres, em particular) autodeclaradas negras e brancas no mundo do trabalho urbano dos anos de 1990. Esta abordagem me levou a procurar os sentidos da expressão "boa aparência" no trabalho doméstico, voltando o olhar para a década de 1930, quando se configura um lento deslizamento no uso das categorias "cor" ou "raça" para a expressão “boa aparência”. Com efeito, é nos anúncios de jornal que se reflete tal deslizamento, complementado pela substituição lenta dos termos criada e ama-seca por empregada doméstica e babá. Este texto é uma reflexão acerca dos modos possíveis de enfrentamento de um objeto de estudo que lidou com o que chamei em outro lugar de “pacto de silêncio” (DAMASCENO, 2011) sobre a raça ou cor no Brasil. Trata-se de revisitá-lo acentuando, em um primeiro momento, a duração mais curta, que atenta para certos tipos de experiências dos agentes sociais diretamente envolvidos no mundo do trabalho doméstico, para, em seguida, refletir sobre os percalços da abordagem deste pacto na “longa duração”.
Para chegar lá: o dom, a graça e a economia do voto. Este paper trata de alguns aspectos do cotidiano da ação de atores sociais envolvidos com a chamada “grande” política, através da análise etnográfica de rituais de “pentecostalização da política”, em um município da Baixada Fluminense, próximo da cidade do Rio de Janeiro. Interessa-me descrever, como estes atores passaram a disputar o controle político de espaços de poder institucional, em nível municipal ou como nele tentaram influir, visando imprimir uma “marca” religiosa nas ações desenvolvidas por diferentes instituições do Estado. Privilegio a análise da interpretação pentecostal da hierarquia social e da prática política, ao invés de retomar noções como a de clientelismo. A partir da descrição etnográfica de situações sociais altamente ritualizadas, procuro analisar elementos da dinâmica da chamada “grande” política ligada às “políticas de reputação”, empreendidas por militantes pentecostais. Com esse procedimento evito, intencionalmente, explicações que tendem a reproduzir análises pautadas pela noção de “atraso político”, atentando para aspectos da política situados para além do clientelismo corporativista, abrindo espaço para a análise das percepções nativas de “superação de lealdades tradicionais”, que legitimam ou deslegitimam reputações e novos “alinhamentos”. Trata-se, portanto, de enfrentar o desafio de compreender o que significa proteger e sujeitar no universo da política pentecostalizada.
“Nós do gênero: Agências femininas em rituais de politização pentecostal” Este trabalho trata da análise dos papéis desempenhados por algumas mulheres durante os rituais do “tempo da política”, de 2004 e durante o período de re-estruturação do poder local, durante o ano de 2005, em um município da Baixada Fluminense/RJ. A etnografia de algumas situações sociais nos permite repensar as agências femininas que colocam em conexão política local e religião pentecostal.
Memória da Rural. In the attempt to understand the role o f the University in the present moment, this paper seeks to retrieve the relationships between the history of UFRRJ and the history of the region surrounding it, in an effort to identify the following: (a) the moments and the changes which occurred in the relations hip; (b) sectors and social strata involved; and (c) the official and ideological conception which were present. lt is not about an administrative or academic history, nor is it an institutional biography, but the temporal and spacial understanding of projects , demands, contradictions and conjunctures which marked the existence of UFRRJ and the society with which it relates. By means of a survey of documentary sources, both disperse and non-articulated, and the record of oral history and life history of the various social actors a first step is given towards the perception of what has already been clone with regard to the history of UFRRJ and an attempt is made to compare it to the memory of those living at those moments.

Atividades

O seminário funciona como laboratório de preparação de projetos e monografias que são tomados no final do período como objeto de avaliação.
-