Artigos - Alexandre Fortes

Título Descrição Link
Brazil’s Neoconservative Offensive How right-wing forces coopted and redirected popular discontent in Brazil to oust democratically elected president Dilma Rousseff
No rastro de Jararaca: Produção cultural e engajamento político na trajetória de um artista popular pioneiro. O artigo analisa a trajetória de José Luiz Rodrigues Calazans, o Jararaca, – um dos pioneiros na constituição do gênero musical sertanejo – como um elemento de conexão entre diferentes cenas culturais nacionais e internacionais. Reflete ainda sobre as características do engajamento político do artista e o significado de sua vinculação ao Partido Comunista do Brasil (PCB).
O processo histórico de formação da classe trabalhadora: algumas considerações. O artigo enfoca a necessidade de atualização conceitual no debate sobre o processo histórico de formação da classe trabalhadora. Parte da análise das referências que influenciaram o desenvolvimento da história do trabalho no Brasil a partir dos anos 1980. Examina aspectos ainda pouco explorados da obra de E. P. Thompson e discute em que medida ela permanece atual. Por fim, sistematiza contribuições de diversos autores que vêm buscando reformular as abordagens sobre o tema de modo a enfrentar novos desafios políticos e conceituais.
Apresentação da Revista Brasileira de História (Online) O polêmico e polissêmico conceito de globalização se impôs como a caracterização mais difundida das transformações mundiais ocorridas desde a última década do século XX. Tem cabido aos historiadores, frequentemente, o papel de relativizar o ineditismo da conjuntura atual, identificando-a como um novo momento em um processo de longo prazo de expansão e aceleração dos múltiplos fluxos que integram os mais distantes pontos do planeta. Ainda assim, o corrente foco na perspectiva global tem gerado questionamentos e debates relevantes para o nosso ofício.
A espionagem aliada no Brasil durante a Segunda Guerra Mundial: Cotidiano e política em Belém na visão da inteligência militar norte-americana. O trabalho da inteligência aliada no Brasil durante a Segunda Guerra Mundial produziu documentos altamente relevantes, que há várias décadas vêm sendo utilizados pelos historiadores dedicados à análise do período. A montagem e funcionamento das redes de espionagem estabelecidas pelas diversas agências, entretanto, ainda não foi objeto de um estudo sistemático. O presente artigo, resultante de uma pesquisa mais ampla sobre os impactos sociais e políticos da Segunda Guerra Mundial no Brasil, busca contribuir nesse sentido a partir da análise de um relatório minucioso escrito por dois agentes da inteligência militar norte-americana que atuaram em Belém entre maio e novembro de 1942.
Participatory Budgeting in Porto Alegre: an Experience in Democratic Innovation and its Historical Background. This article examines the successful experiences of democratic innovation created by the Workers’ Party in four consecutive terms at the local government in the largest town in Southern Brazil. The Participatory Budgeting came to be praised both, on the one hand, of a counterhegemonic policy able to challenge neoliberalism; and, on the other hand, it was praised by the World Bank as an example of a “good practice” proving that higher levels of transparency could lead to increased efficiency in public management. Already the subject of a vast body of literature produced mostly by political scientists, activists, NGO members and public administrators, Porto Alegre’s Participatory Budgeting is NGO members and public administrators, Porto Alegre’s Participatory Budgeting is the Rio Grande do Sul state capital into an “ideal type” of participatory citizenship.
Patrick Manning Entrevista feita com Patrick Manning, professor da Universidade de Pittsburgh, EUA, é um pesquisador consagrado e pioneiro no estudo da diáspora africana e dos fluxos migratórios globais na perspectiva da História Mundial. O professor Manning tem se destacado ao longo das últimas décadas na articulação de redes continentais de pesquisadores interessados em explorar os potenciais da História Global, processo do qual resultou a criação da Network of Global and World History Organizations (NOGWHISTO), entidade afiliada ao Comitê Internacional das Ciências Históricas (CISH). A entrevista foi concedida durante o Coloquio Internacional Latinoamérica y la Historia Global.
História Social do Trabalho no Brasil: conversa com Alexandre Fortes. Durante a realização da I Jornada de História do Trabalho na Amazônia, o GT Mundos do Trabalho Amazonas, em parceria com o GT Mundos do Trabalho Amapá, entrevistou o historiador Alexandre Fortes, professor na Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, e um dos precursores da renovação nos estudos sobre história do trabalho no Brasil nos últimos anos. Fortes é autor de livros e artigos que versam sobre organizações de trabalhadores, sindicalismo, trabalhismo, além de diversas publicações e análises sobre política, cidadania e democracia na atualidade.
Era Lula?, as eleições presidenciais de 2010 e os desafios do pós-neoliberalismo. O artigo explora o impressionante sucesso do Partido dos Trabalhadores (PT) e do seu líder, o ex-sindicalista Lula, ao conquistar uma terceira vitória presidencial consecutiva com a eleição de Dilma Rousseff em 2010. Em perspectiva histórica, ele examina os modos como o governo Lula representou uma ruptura com o passado, resumindo suas realizações substantivas em termos de distribuição de renda e criação de oportunidades. Debatendo a relação entre o petismo e o lulismo, o trabalho oferece evidências de que Lula e o PT mantiveram seu éthos fundante de fortalecimento à autoestima popular e promoção da cidadania participativa, embora sob novas circunstâncias. O texto termina com um diagnóstico dos desafios do governo Dilma Rousseff à luz da situação da economia internacional, das novas lutas trabalhistas emergentes no país e das limitações impostas pelo sistema político brasileiro.
Resenha de Oliver J. Dinius. Brazil’s Steel City. Developmentalism, Strategic Power and Industrial Relations in Volta Redonda, 1941-1964 Brazil’s Steel City, livro que resulta da tese de doutorado em História desenvolvida por Oliver J. Dinius em Harvard, enfoca as origens e as primeiras fases de operação da Companhia Siderúrgica Nacional. Baseado em extensa pesquisa, Dinius se propõe a oferecer uma visão integrada da história da empresa e dos trabalhadores que a construíram e operaram. O autor trabalhou com um volume de documentação empresarial raramente acessível aos pesquisadores brasileiros, bem como com a imprensa local e nacional, acervos da polícia política, fundos pessoais de dirigentes políticos e empresariais, documentação sindical e entrevistas. As informações obtidas são apresentadas com clareza, tanto no corpo do texto quanto em quadros, tabelas, mapas e gráficos, recursos que auxiliam o leitor a assimilar a detalhada reconstrução que o autor faz de seu objeto de estudo. O livro inclui também um conjunto de reproduções fotográficas e algumas ilustrações, retratando principalmente o processo de trabalho da Usina.
Formação de classe e participação política: E. P. Thompson e o populismo. O artigo enfoca o uso do conceito de populismo e a análise de fenômenos correlatos nos trabalhos do historiador britânico E. P. Thompson, particularmente A formação da classe operária inglesa. A relevância desse exercício, do ponto de vista da história do trabalho no Brasil, repousa na influência recentemente adquirida pelos trabalhos de Thompson como referencial teórico para a análise da participação política da classe trabalhadora no pós-1930, tema tradicionalmente abordado precisamente à luz daquele conceito. O artigo enfoca o uso do conceito de populismo e a análise de fenômenos correlatos nos trabalhos do historiador britânico E. P. Thompson, particularmente A formação da classe operária inglesa. A relevância desse exercício, do ponto de vista da história do trabalho no Brasil, repousa na influência recentemente adquirida pelos trabalhos de Thompson como referencial teórico para a análise da participação política da classe trabalhadora no pós-1930, tema tradicionalmente abordado precisamente à luz daquele conceito.
O maior "pelego" do mundo? Fidel Velázquez e o sindicalismo oficial no México pós-revolucionário Tomando como objeto a trajetória de Fidel Velázquez Sanchez, líder supremo da Confederación de Trabajadores de México (CTM) por quase 60 anos, o artigo examina os modos como o foco em história oral, livros de memórias, biografias, assim como em discursos e declarações de sindicalistas, contribui para tornar possível um novo olhar sobre a experiência dos trabalhadores sob regimes políticos latino-americanos tradicionalmente denominados "populistas".
O Estado Novo e os trabalhadores: A construção de um corporativismo latino-americano. Este artigo revê alguns aspectos do debate sobre a natureza da relação entre o Estado Novo (1937-1945) e os trabalhadores, contextualizando-os no quadro das transformações políticas em curso na América Latina nas décadas de 1930 e 1940, com ênfase na comparação entre os três maiores países da região: Brasil, México e Argentina. No que tange à produção historiog ráf ica brasileira, examina os elementos de continuidade e ruptura entre o Estado Novo e os primeiros sete anos de governo de Getúlio Vargas (1930-1937), bem como a crítica ao uso do conceito de "populismo" e a proposta de sua substituição pelo termo "trabalhismo".
O Partido dos Trabalhadores da voz de seus fundadores: História oral, memória coletiva e institucionalização. No Brasil, o Partido dos Trabalhadores, surgido como resultado das lutas sociais do final dos anos 1970, conquistou crescente espaço no sistema político a partir das eleições municipais de 1988, quando passou a administrar diversas cidades de pequeno e médio portes, até eleger seu principal líder, o ex-retirante nordestino e ex-dirigente sindical metalúrgico Luiz Inácio Lula da Silva, presidente da República em 2002. Como resultado desse crescimento, o partido ganhou progressivamente o caráter de uma grande máquina política cada vez mais imbricada ao poder de Estado. Esse processo gerou entre os militantes que participaram da construção do partido uma série de conflitos no que diz respeito às redefinições programáticas, estratégicas e organizativas a serem adotadas em cada conjuntura do período. No que diz respeito às condições atuais de enunciação das memórias desses militantes, esses conflitos se expressam na formulação de narrativas que oscilam entre o orgulho pela grande realização de ter viabilizado a existência de um partido de perfil claramente diferenciado na história política do país e as frustrações e perplexidades causadas pela distância entre o imaginário original sobre o que representaria a chegada do PT ao poder e a experiência da forma como ela efetivamente se deu.
Revisitando um clássico da história social: A estrutura narrativa de A formação da classe operária inglesa. Este artigo apresenta uma descrição panorâmica dos temas analisados no livro A formação da classe operária inglesa, do historiador inglês Edward Palmer Thompson (1924-1993) e tece alguns comentários sobre a relação entre a estrutura narrativa da obra e a renovação conceitual da história social desencadeada pelo autor a partir daquele trabalho, que se transformou imediatamente em um clássico da história social imediatamente após o lançamento da edição original inglesa de 1963.
"Miríades por toda a eternidade": a atualidade de E. P. Thompson. O artigo reexamina o trabalho clássico de E. P. Thompson, nele identificando elementos relevantes para o estudo do contexto histórico contemporâneo. Critica as abordagens que buscaram sintetizar um "método thompsoniano" em algumas fórmulas do prefácio da obra recorrentemente citadas. Defende ainda que a compreensão do persistente apelo do livro deve ser buscada na análise de sua estrutura narrativa.
Esquerda e Direita: fontes nacionais para a História Social. O artigo visa oferecer um painel sobre as possibilidades da pesquisa histórica, em nível nacional, tendo como base os fundos das polícias políticas depositados no Arquivo Público do Estado do Rio de Janeiro. Traçando considerações sobre alguns documentos, explora, de modo incipiente, algumas dessas possibilidades. A seguir, demonstra a importância desses fundos para estudos de outras regiões fora do Rio de Janeiro. Igualmente procura indicar para o interessado alguns procedimentos que facilitam as pesquisas.
Another World Is Possible: The Rise of the Brazilian Workers' Party and the Prospects for Lula's Government. In October 2002 Brazil elected as president a former metalworker and founder of a socialist party, a man whose family had left the miserable northeastern hinterland five decades earlier to face prejudice and hardship in industrial São Paulo. The election of Luis Inácio “Lula” da Silva of the Workers’ Party (Partido dos Trabalhadores, or PT) was a clear signal that deep changes were going on in a country marked by huge social inequalities and a contempt for manual labor engendered by almost four centuries of slavery. In the fi rst round of the 2002 presidential election, the former trade union leader had received 46 percent of the vote and won in twenty-four of twentyseven states. In the runoff election on October 27, Lula received 52.8 million votes, 61.3 percent of the nationwide total, and won in all but one state. With their vote, Brazilians had overwhelmingly supported a candidate and a party who were harsh critics of the procapitalist orthodoxies of neoliberalism and contemporary globalization. In doing so, Brazilian voters defi ed attempts by Washington, London, and the international fi nancial markets to warn them away from this use of their democratic rights, an attempt at blackmail that failed even though the value of Brazil’s national currency went down by 40 percent between the beginning of 2002 and the October elections.
La construcción de archivos y la memoria de la izquierda: la experiencia del centro Sérgio Buarque de Holanda. El objetivo este trabajo es difundir la experiência deconstruccíon de um archivo realizada por el Centro Sérgio Buarque de Holanda-Documentación y Memoria Política, proyecto de la Fundación Perseu Abramo destinada al rescate, organización, investigación y puesta a disposición del público de la documentación histórica relacionada com el Partido de los Trabajadores (em adelante PT). Ella se basa em gran medida en la guia que se elaboró cuando se produjo la inauguración del centro en 2001 y en las actualizaciones recientes.
Labour History in Other Lands: Brazil Throughout the last decade, research on Brazilian labour history has been expanded, diversified, and renewed. Its methodological and theoretical approaches and advances insure that today it can be considered onde of the most fertile research fields within the Brasilian human scienes. We still face great difficulties regarding the diffusion of this production and many important and innovative works remain little know, not just to the international scholarly community, but even among Brazilian colleagues who live in the different regions of our almost continental country.
Book Reviews While the 1960s and 1970s are usually regarded as the heyday of social history in all itsvariants, the end of the twentieth century was definitely not a good time to be a socialhistorian. The causes of this change in the ‘‘market value’’ of social history are well known: a whole train of successive ‘‘turns’’ – the ‘‘linguistic’’, the ‘‘cultural’’, and the‘‘interpretative’’ being the most notable – have swept through the traditional historicallandscape, questioning the presuppositions of ‘‘traditional’’ history in general and of socialhistory in particular.
Historiografia, Trabalho e Cidadania no Brasil. Este artigo examina a produção historiografia sobre o tema dos trabalhadores e dos sindicatos no Brasil entre 1930 e 1978, relacionando-a com a discussão sobre a autonomia dos movimentos sociais e a experiência da cidadania no país.
Da Solidariedade à Assistência: Estratégias Organizativas e Mutualidade no Movimento Operário de Porto Alegre na Primeira Metade do Século XX. Uma parte inicial desse artigo está voltada para destacar a ausência de incompatibilidade intrínseca entre ação sindical e ação mutualista e de que modo a suposta oposição entre as duas foi construída. A despeito das polêmicas em torno do mutualismo no movimento operário da Primeira República, o autor demonstra a continuidade de práticas mutualistas mesmo no pós-1930.
Sair da sala de aula e ouvir os trabalhadores: Entrevista com Eddie Webster. Eddie Webster é um adversário corajoso da direita. Apesar da cor da sua pele, branca, ele optou por ficar ao lado daqueles que eram perseguidos e segregados pelo regime do apartheid (1948-1994). Isso lhe valeu uma temporada na prisão. E, ainda, uma outra fora do seu país, a África do Sul. Autor de importantes livros sobre os trabalhadores e a industrialização na África do Sul, Webster é hoje diretor do Departamento de Sociologia da Universidade de Witwatersrand, em Johannesburgo, e mostra-se profundamente entusiasmado com as possibilidades abertas pela democratização e pela pluralidade etno-cultural, representadas na eleição de Nelson Mandela para presidente em 1994. Webster é também um daqueles sociólogos particularmente preocupados e sensíveis com a história do trabalho. Não obstante as gritantes diferenças existentes entre o caso brasileiro e o sul-africano, paralelos nada desinteressantes podem ser estabelecidos entre os processos de democratização de ambos os países e a reemergência da classe trabalhadora durante os anos 70 e 80, aqui e lá.
O direito na obra de E. P. Thompson. História Social Este artigo analisa o papel ocupado pela questão do direito na ocupado pela questão do direito na produção historiográfica e teórica de E. P. Thompson. Partindo das formulações mais sistemáticas de Thompson a respeito, em Senhores e Caçadores, buscamos identificar a presença desta problemática em trabalhos anteriores como A formação da classe operária inglesa e seus artigos sobre a sociedade inglesa do século XVIII. Por fim, propomos a hipótese de que a partir de textos do autor voltados para o debate contemporâneo no interior da esquerda e da sociedade britânica como um todo, é possível localizar as motivações e as preocupações políticas que o levaram a se concentrar sobre o tem
Muitos caminhos, uma estrela: memórias de militantes do PT (vol. 1) A obra traça um panorama da história da esquerda brasileira e do PT nas memórias de Antonio Candido, Manoel da Conceição, Djalma Bom, Paulo Rocha, Avelino Ganzer, Raul Pont, Hamilton Pereira, Benedita da Silva, Irma Passoni e Luiz Dulci, Apolonio de Carvalho e Olívio Dutra.
História e Perspectivas da Esquerda. O papel histórico da esquerda na construção da democracia e no aprofundamento das noções de cidadania e direitos. A análise da relação entre movimentos sociais e projetos políticos da esquerda em diferentes contextos históricos. As relações entre o debate programático, a construção partidária e as experiências do governo na trajetória da esquerda. A evolução histórica da idéia de socialismo e do significado a ela atribuído por diferentes grupos sociais.
Brazilian Labour History - Recent Trends and Perspepctives: An Introduction. In recent years, Brazilian labour and working-class history has made great strides. New generations of historians, both in Brazil and abroad, have extended the scope of the Field to include new and little explored areas, such as gender, ethnicity, informal labour, and the connections between forced and free work. This expanding scholarship has also shed new light on more standard topics, such as strikes, unionism, political participation, and the role of labour policies and labour law in redefining workers strategies of struggle for their rights, as well as in shaping new understandings on working-class citizenship. They have also expanded the geographical scope of the studies, originally confined to the main industrial areas (particularly, São Paulo and Rio de Janeiro), offering a much broader and complex picture of the regional diversity that characterises a semi continental country marked by huge inequalities and by coexistence or even integration between archaic and modern productive processes and labour relations.
Razão e paixão na construção de uma historiografia engajada: Uma homenagem a Eric J. Hobsbawm e E. P. Thompson O artigo presta uma homenagem aos historiadores marxistas britânicos Eric J. Hobsbawm e Edward Thompson. Analisando as similaridades e diferenças entre as obras de ambos, destacamos os frutíferos diálogos mantidos por eles e a complementariedade dos seus projetos historiográficos. Por fim, argumentamos que a crítica ao utilitarismo liberal que perpassa A formação da classe trabalhadora de Thompson se associa fortemente ao seu distanciamento em relação a qualquer concepção do marxismo como um sistema teórico fechado, bem como à sua denúncia do elitismo intrínseco ao vanguardismo esquerdista, posições que se aproximam, por vias, distintas, das de Hobsbawm
When the Plumber(s) Come to Fix a Country: Doing Labor History in Brazil Those with a sharp tongue might say that labor historians in contemporary Brazil operate in the shadows or, to be more accurate, the shadow cast by the success of Latin America's most famous trade unionist, who served as president from 2002-2010. The field's growth in the number and quality of practitioners, as well as the breadth of their ambitions, cannot be separated from the memorable metalworkers' strikes of 1979 and 1980, the subsequent defeat of the military dictatorship in 1985, and the construction of a militant trade unionism and the radical Workers' Party that ran Luiz Inácio Lula da Silva for president in five successive elections between 1989 and 2006.
Como era gostoso o meu pão francês: a greve dos padeiros de Porto Alegre (1933/1934). A greve dos padeiros ocorrida em Porto Alegre entre fins de 1933 e o início de 1934 foi parte de uma importante mudança na relação entre trabalhadores organizados e o governo de Getúlio Vargas. Após 3 anos de expectativa frustada com relação às mudanças que a legislação trabalhista "revolucionária" deveria assegurar nas condições de trabalho, o movimento sindical volta a recorrer a formas de ação mais ofensivas. Esta inédita greve pelo cumprimento da lei marcou o momento em que o "discurso dos direitos" passa a ser reapropriado pelo ponto de vista da autonomia dos trabalhadores.
A Carga e a Culpa, de Fernando Teixeira da Silva. O peso do golpe militar de 1964 ainda oprime a maior parte da nossa historiografia tanto quanto a carga descarregada dos navios em Santos oprimiu, durante décadas, a cabeça dos doqueiros. Diante da derrota do projeto populista, tornou-se corrente entre analistas de esquerda a idéia de que este fracasso estaria pré-determinado nas características do jogo político estabelecido desde 1945: uma democracia incapaz de romper com o estatismo herdado da primeira era Vargas, que teria impedido o fortalecimento da sociedade civil. A ausência de uma resistência ampla e articulada ao golpe por parte do movimento operário revelava então seus “pés de barro”, deficiência fatal nesta criatura do Estado a quem o criador negava autonomia.
Resenha Mccreery, David J. the Sweat of their Brow: A history of work in Latin America (O suor de seu rosto: Uma história do trabalho na América Latina) O livro de David J. McCreery The Sweat of Their Brow: A History of Work in Latin America é corajoso e inovador. A pesquisa histórica sobre esse tema passou por uma grande expansão nas últimas duas décadas, mas, a sua maioria, na forma de estudos monográficos. Em conjunto, os inúmeros estudos sobre regiões específicas, períodos históricos e categorias de trabalhadores contribuíram para grandes mudanças nas abordagens teóricas e metodológicas e enriqueceram o conhecimento empírico, engendrando novos temas e questões.

Atividades

O seminário funciona como laboratório de preparação de projetos e monografias que são tomados no final do período como objeto de avaliação.
-